O PECADO OCULTO

Vezes sem conta os cristãos tem se aprisionado através de um ou vários pecados contínuos e persistente em suas vidas, que muitas vezes são difíceis de se livrar.
O chamado pecado amado (por pecado amado entende – se o pecado mais querido pela pessoa antes da conversão genuína) tem dificultado a vida de verdadeiros crentes, tornando-os escravos do pecado oculto e fazendo os ter uma vida dupla.

Jesus respondeu: digo lhes – lhes a verdade:
Todo a aquele que vive pecando é escravo do pecado.
João 8:34

O pecado oculto para alem de afectar a nossa relação com Deus, põe nos em rebeldia diante do Espírito Santo. O pecado oculto funciona tipo a lepra de Naamã, as pessoas não se apercebem quão sujo somos interiormente e continuamos vivendo a nossa vida normal, fazendo as nossas actividades normais indo a igreja e andando na vida do faz de conta.

Quais são as causas e como combater esse estado pecaminoso que afecta tantos cristãos em todo mundo?

Se dissermos que não temos pecado enganamos – nos a nos mesmos e faltamos com a verdade.
1 João 1:8

Quando Deus nos converte, recebemos a Jesus como Salvador e só aos poucos é que vamos nos submetendo ao Senhorio de Jesus Cristo. Vamos dando cada área da nossa vida para Cristo, mesmo assim temos áreas salientes em que somos resolutos e nos recusamos a entregar – lás a Cristo, é exactamente nessas áreas que recusamos submeter ao Senhorio de Cristo em que somos mais propensos ao pecado oculto.

Uma outra causa é aquilo que Satanás sabe ser a nossa maior tentação e dificilmente resistimos, talvez por tentarmos ver o lado bom das coisas mundanas (racionalização) e continuarmos pecando as escondidas por sabermos que os outros não aprovariam a nossa conduta.

De referir que aquilo que pode ser pecado persistente para um cristão, pode não ser para outro, pois Satanás tenta nos onde somos mais vulneráveis na carne.

Uma ultima causa tem a ver com a falha em termos uma vida espiritual regrada e disciplinada em relação a oração e meditação, originando assim o, pecado oculto.

Para combater o pecado oculto temos de orar para que o Senhor possa tomar conta de todas áreas da nossa vida e principalmente estar disposto a se submeter ao Comando do Senhor Jesus.

Logo a seguir devemos procurar cultivar os frutos do Espírito Santo, através da sua plenitude e cumprir com as recomendações bíblicas para uma vida espiritual sadia, meditando sempre (Josué 1:8) ser constante na oração (col 4:2) evitando situações que podem nos levar a prática do pecado.

Fazendo isso de certeza que prosperaremos espiritualmente.



Manuel Dilandamoko

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SERA ERRADO OUVIR MUSICA MUNDANA?

Igreja Mundial em Angola suspeita de lavagem de dinheiro

O HOMOSSEXUALISMO EM ANGOLA